EU FUI, E ENQUANTO VOU, APRENDO QUE É INDO.

09:19Apenas Evangelho


video
Portanto, ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. 

Mateus 28:19

Por Sandro VS

Este versículo faz parte de um texto que é denominado "A Grande Comissão", ou também "A Grande Incumbência".

O que se percebe nos dias atuais é que esta comissão ou incumbência tem sido, no mínimo, mal interpretada. Existe uma verdadeira confusão ao entender o que realmente é uma ordem e o que não é literalmente uma ordem dada por Jesus.

Ao contrário do que se pensa, o "ide" do início do versículo não é uma ordem, pelo menos no que diz respeito ao tempo do verbo, ou seja, na gramática grega não corresponde ao imperativo. Na verdade é um particípio aoristo, o que no nosso idioma corresponde ao gerúndio, por isso a sua tradução é difícil e passível de erros de interpretação, pois para interpretar corretamente este tempo verbal, deve-se ter em mente que a sua função adequada não é a de expressar o tempo determinado da ação, mas o oposto, isto é, marcar o fato de que a ação do verbo é concebida por tempo indeterminado, assim, a ação indicada pelo particípio aoristo pode ser tanto passado, como presente, quanto futuro.

Como disse acima, o que conhecemos no idioma português que mais se aproxima deste tempo verbal é o gerúndio, "eu vou estar transferindo a ligação", por exemplo. Assim, a tradução mais próxima daquilo que Jesus quis dizer pode ser "Enquanto estiverem indo", deixando claro que não foi uma ordem literal para que se vá do ponto A ao ponto B, mas sim um "ide" que nunca sai ou chega a um lugar específico.

A ordem está na parte seguinte do versículo, quando Jesus disse "fazei discípulos", pois o tempo verbal indica, na gramática grega, o imperativo, ou seja, "façam discípulos". O discípulo não é um aluno como se concebe nos dias de hoje, alguém que tem um professor a sua frente e que recebe seus ensinos por meio do conhecimento teórico.

Em sua monografia A IMPORTÂNCIA DO DISCIPULADO PARA O CRESCIMENTO QUALITATIVO E QUANTITATIVO DA IGREJA o Pastor Flávio Santos resume isto assim:

"Discipulado é a transmissão de vida de um mestre para o seu aprendiz, para que este tenha a vida de Jesus em sua vida. É impossível nesse processo de discipulado não existir uma relação de confiança entre as pessoas envolvidas".

Portanto a tradução mais próxima deste versículo seria "Enquanto estiverem indo, façam discípulos em todas as nações, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo".

O estímulo de Jesus nesta incumbência é que a igreja transfira vida onde quer que esteja, ou, por onde quer passe, portanto, fazer evangelismo não é agendar uma viajem pra ir a algum lugar e falar do Evangelho a um grupo específico de pessoas, mas, onde quer que se esteja, ensinar o Evangelho vivendo, pois um discípulo não aprende ouvindo, mas vendo como se faz.

Corremos o risco de atrairmos inúmeros ouvintes ao longo da vida no Evangelho e, mesmo assim, não termos um discípulo no meio deles.

Portanto, quer você vá ou quer você esteja, FAÇA!

Soli Deo Glória!

Talvez possa Querer Ler Também

1 comentários

  1. Cara, Deus continue abençoando a vida de vocês, para que abençoe as nossa vidas, a cada leitura sou abençoado. Sou um seguidor do Blog e também um divulgador. Shalom Aleikhem

    ResponderExcluir

Postagens Populares

Formulário de contato