Mensagem

SE O TEU OLHO DIREITO TE ESCANDALIZAR, ARRANCA-O E ATIRA-O PARA LONGE DE TI...

14:11Apenas Evangelho



por Flávio Santos.

Mateus 5.27-30

A pornografia, o incentivo ao sexo e a traição estão bombardeando todas as pessoas, especialmente na televisão e na internet. Por isso, esta reflexão sobre adultério é necessária àqueles que querem viver uma vida santa diante de Deus. 

“Não cometerá adultério” é, na lei, praticar sexo com alguém. Esta prática era digna de morte. Lv 20.10. O adultério inclui tanto casados quanto solteiros. 

Para os casados a proibição é que não se cometa adultério, traindo o cônjuge. E para que não se tenha relação sexual que seja contrária ao propósito de Deus e que seja contra a vontade do marido ou da mulher.

Para os solteiros a proibição é usar o corpo fora do casamento para fantasias, toques e relação sexual, ou seja, adulterar a vontade de Deus. 

A ordem de Jesus para arrancar o olho e atirar para longe é o espirito da lei, pois cometer adultério começa no olhar cobiçoso e desejoso, terminando na consumação do ato. É um olhar que desperta o desejo de adultério. Tanto em quem olha, quanto em quem é olhado. O adultério se dá de duas maneiras: desejar e despertar desejo pelo olhar. 

Jesus disse que não é preciso praticar o sexo para cometer o adultério, se cobiçar já cometeu no coração. Isso é pecado e começa na tentação do olhar. Tg 1.14,15 

Não podemos, também, cair no erro de achar que devemos praticar o sexo quando olhamos e desejamos alguém. Algumas pessoas dizem: “já que pequei com os olhos, vou pecar com o restante do corpo”. Esse não é o pensamento de alguém regenerado pela palavra, pois devemos, quando isso acontecer, pedir a Deus que lave os nossos olhos e purifique os nossos corações. 

Para os judeus os olhos e as mãos eram provocadores de pecado. Daí Jesus exigir radicalidade para não cometer adultério. Quando Jesus ordena arrancar o olho é uma ilustração para arrancar o olho cobiçoso e atirar para longe. Jesus disse que é melhor perder o olho cobiçoso do que perder todo o corpo no inferno. Isso vale para a mão e qualquer coisa que nos faça pecar. 

Assim, temos que fazer uma cirurgia e arrancar tudo que leva ao adultério. Essa radicalidade impede que o homem vá para o inferno com o olhar desejoso e desejado e a mão que consuma o pecado. 

Apenas no Evangelho.

Talvez possa Querer Ler Também

0 comentários

Postagens Populares

Formulário de contato