Estudo

A IRA DE DEUS

13:16Apenas Evangelho

por Flávio Santos

Romanos 1.18-19

A Ira é todo o ódio e indignação de Deus contra o pecado. A ira de Deus é seu justo julgamento contra tudo o que é contrário a Sua santidade, zelo, retidão e justiça.

Ao falar sobre a Ira de Deus, Wayne Grudem escreve assim: “dizer que a ira é um atributo de Deus é dizer que ele odeia intensamente todo o pecado”. Ao afirmar isso, ele quer dizer que tudo aquilo que não se conforma ao caráter de Deus merece ira.

A afirmação que Deus é ira causa desconforto em algumas pessoas. Pensam que a ira pode, de alguma maneira, manchar as perfeições de Deus, ou, de certa forma, ser contrária à graça, bondade e o amor de Deus. Mas um estudo detido das escrituras revelará que Deus é ira.

1. A IRA FAZ PARTE DO QUE DEUS É.

Faz parte do seu caráter e é um dos seus atributos. Apesar de Deus ser graça, amor, bondade e misericórdia, é, também, ira. Isso é compreendido com mais facilidade quando entendemos que Deus é justo e santo e o homem pecador. Por isso, Deus em Sua justiça santa tem que, do mesmo modo que manifesta sua graça, manifestar a sua ira contra todo pecado.

a) As escrituras evidenciam que em Deus existe ira:

Deus é juiz justo, um Deus que se ira todos os dias. Salmos 7.11.
Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça. Romanos 1.18-19
A quem jurei na minha ira que não entrarão no meu repouso. Salmos 95.11.

b) As escrituras evidenciam que em Jesus existe ira:

E diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós, e escondei-nos do rosto daquele que está assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro; Porque é vindo o grande dia da sua ira; e quem poderá subsistir? Apocalipse 6.16-17

2. A IRA DE DEUS NAS ESCRITURAS.

As Escrituras em ambos os testamentos apontam para um Deus que é ira. 

a) A Ira de Deus no Antigo Testamento.

No Antigo Testamento pode-se observar a ira de Deus contra o povo de Israel. A ira de Deus sobre o seu povo não foi sem causa. O povo de Deus se manteve rebelde contra a Lei. Por isso, Deus manifestou a Sua ira. Ex 32.9,10; Dt 9.7,8; Sl 78.31

Quando Josias ouviu o que estava escrito no Livro da Lei que foi achado perdido no Templo do Senhor, rasgou as suas vestes e pediu que o Senhor fosse consultado por ele e por todo o seu povo acerca do que estava escrito no Livro da Lei, pois sabia que a ira do Senhor era grande sobre o povo, pois os seus antepassados e eles não estavam cumprindo os mandamentos do Senhor. 2 Rs 22.1-20

b) A ira de Deus no Novo Testamento.

Contra o engano de que Deus é somente Ira no Antigo e somente Graça do Novo Testamento, veremos a Ira de Deus na Nova Aliança.

Em João 3.36, é vista a Ira de Deus permanecendo sobre aquele que rejeita o Filho de Deus. Sobre aquele que não crê em Jesus Cristo.

A ira de Deus no Novo testamento é derramada sobre aqueles que estão vivendo sob o pecado em desobediência. Cl 3.6; Ef 2.3

O texto clássico do Novo testamento que fala claramente sobre a Ira de Deus é o de Rm 1.16. “Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça”.

3. A IRA DE DEUS CONTRA O PECADO.

A.W. Pink em seu clássico sobre os atributos de Deus diz: “A ira de Deus é a Sua eterna ojeriza por toda injustiça. É o desprazer e a indignação da divina equidade contra o mal. É a santidade de Deus posta em ação contra o pecado. É a causa motora daquela sentença justa que Ele lavra sobre os malfeitores. Deus está irado contra o pecado porque este é rebelião contra a Sua autoridade, um ultraje à Sua soberania inviolável”. 

Deus está irado contra o pecado, e esta verdade nos leva a duas conclusões:

a) A ira de Deus já está e será manifestada sobre os pecadores.

Paulo diz em Rm 1.16. “Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça”. A Expressão se manifesta, ou, se revela significa que a ira de Deus está operando ativamente hoje em dia entre os homens impiedosos. A ira aqui é a retribuição de Deus contra a injustiça dos homens. Paulo não está apontando para a ira vindoura, mas para a ira que Deus já está manifestando, entregando os homens obstinados aos seus pecados. Rm 1.24-32.

Outro aspecto da Ira de Deus é que ela será manifestada na era vindoura. Naquele dia em que os pecadores serão punidos pela ira de Deus por não terem crido em Cristo. Mt 3.7; Ef 2.3; 1Tss 1.10.

b) Somente Cristo pode livrar o pecador da Ira de Deus.

A Ira de Deus é aterrorizante para os pecadores. Receber a manifestação da ira de Deus no tempo presente e na era vindoura não é agradável para ninguém.

O que consola o pecador que conhece a Deus e esse atributo é que ele é informado que há uma solução para tudo isso providenciada por Deus – Jesus Cristo.

Somente Jesus Cristo pode livrar o homem da ira de Deus por meio de Sua justiça imputada ao pecador. Foi Cristo quem recebeu a ira de Deus no lugar do pecador redimido. Rm 3.25,26 e 5.10; 1 Ts 1.10

Ao aprendermos sobre esse atributo devemos louvar a Deus pela sua misericórdia e benevolência que livrou o homem em Jesus Cristo de Sua Ira. Devemos agradecer a Deus a sua paciência em não punir os que receberam Jesus pela fé.

Além da gratidão, devemos anunciar esse atributo, mostrando aos pecadores que eles precisam se refugiar em Cristo da Ira de Deus.

Talvez possa Querer Ler Também

0 comentários

Postagens Populares

Formulário de contato